Consulta Terapêutica

Trata-se de uma modalidade de intervenção, baseada no processo da psicoterapia, mas em que apenas se realizam algumas sessões. Isto porque, é natural que ao longo da existência humana vão emergindo conflitos internos, insatisfações, muitas vezes associados a acontecimentos quotidianos (reativo) ou então a vivências e experiências da nossa vida na infância e que de algum modo poderão estar a interferir com o bem estar no momento atual.

Nestas situações o psicólogo procede a uma avaliação do problema apresentado e devolve o seu parecer sobre o caso. Muitas vezes, a compreensão dos dados da avaliação leva à resolução do problema, sem que prolongue muito o acompanhamento.

Isto só será possível se, os sintomas apresentados não se deverem à existência de outras problemáticas, e como tal, não se aconselha no caso de patologias graves, como: depressão, perturbações ansiosas, fobias, psicose, transtornos obsessivo-compulsivos, entre outros.

Como não requer um período de intervenção longo, não se aplica o contrato terapêutico verbal estabelecido entre psicólogo e paciente, mas são definidas algumas regras para o funcionamento do setting terapêutico para assegurar a otimização dos resultados.